Laryssa de Menezes Silva

ESTAGIÁRIA

Graduanda em direito pela USP.

laryssa@vmca.adv.br

+55 11 3939 0708

LinkedIn
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Laryssa atua na área de Terceiro Setor e Negócios de Impacto, auxiliando juridicamente na constituição e no desenvolvimento de entidades e empresas. Sua atuação considera também a assessoria estratégica para definição de projetos e a representação de clientes perante órgãos públicos e parlamentares.
Antes de integrar o VMCA, foi estagiária na Defensoria Regional de Direitos Humanos em São Paulo, dentro da Defensoria Pública da União, apoiando a atuação judicial e extrajudicial estratégica da Defensoria em situações de violação de direitos coletivos.

FORMAÇÃO

É graduanda em direito pela Universidade de São Paulo (USP), com conclusão prevista para dezembro de 2022. Participa do programa de dupla graduação à distância PITES VII – uma parceria entre a Universidade de São Paulo e a Université Lumière Lyon II – através do qual receberá o diploma de licence en droit (bacharel em direito).
Também fez intercâmbio acadêmico de um semestre na Sciences Po Paris, com foco em ciências políticas e relações internacionais.

ATUAÇÃO ACADÊMICA
Atualmente, participa do Laboratório de Estudos Étnico-Raciais Quilombo Oxê, um projeto de extensão da USP voltado para a construção de conhecimento acerca do racismo e seus impactos na esfera sócio-jurídica. Além disso, participou, como diretora da área de administrativo financeiro, da extensão Enactus USP São Francisco, que desenvolve e implementa projetos de impacto social com o objetivo de empoderar comunidades vulneráveis, sendo responsável pela organização e viabilidade financeira dos projetos e pela regularidade jurídica e administrativa da entidade. Também foi pesquisadora voluntária do núcleo de “Histórias, narrativas e memória dos Direitos Humanos” no Centro Internacional de Direitos Humanos em São Paulo, vinculado à Cadeira San Tiago Dantas da Academia Paulista de Direito. Participou ainda de atividades do Núcleo de Expressão Feminina e do Grupo de Diálogo Universidade-Cárcere-Comunidade, ambos da USP.
IDIOMAS
Português, inglês e francês